Como é feito o álcool em gel?

capa-higienizador-feito-com-alcool
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Uma das perguntas mais comuns de 2020 pra cá é: como é feito o álcool em gel? E não é pra menos que as pessoas tenham despertado essa curiosidade.

A procura pelo álcool em gel cresceu e muito. Só no começo da pandemia foi um aumento de 158% nas compras. Mas você se lembra que lá em 2002, com o surto de H1N1, ele passou a ser obrigatório nos estabelecimentos?

Ou seja, ele é um grande aliado quando queremos combater vírus e bactérias e manter nossa higiene das mãos em dia. Com essa descoberta, devemos conhecer cada vez melhor como é feito o álcool em gel, seus usos e até formas de verificar se você está comprando o melhor produto.

Vamos juntos saber tudo sobre esse produto?

Pessoa apertando válvula de frasco de álcool em gel nas mãos de outra.

Qual a composição do álcool em gel?

Já vamos de cara ao que interessa quando o assunto é como é feito o álcool em gel. A fabricação é diferente do álcool líquido, embora tenham eficiência igual nos dois.

O álcool em gel é feito com etanol, água, carbômero como espessante e, de forma opcional, peróxido de hidrogênio e glicerol como aditivos. Essa é a fórmula proposta pela ANVISA e que torna o produto próprio para ser vendido.

Se você se pergunta como é feito o álcool em gel focado em ele ser viscoso, a resposta é está nesse espessante que te contamos. Mas não só nele. Durante o processo, é usado um agitador mecânico, que resulta nessa mistura gelatinosa e, mesmo assim, homogênea.

Qual a diferença entre álcool líquido e álcool gel?

Sendo 70%, ele pode ser líquido ou em gel que vai ter exatamente a mesma eficácia. O que muda é a forma que ele vem. Você já viu aqui como é feito o álcool em gel e descobriu que ele vem nessa textura por conta dos agentes espessantes, que aumentam a viscosidade do líquido para transformá-lo em gel. Apenas!

Mas não podemos esquecer que, embora tenham a mesma eficácia quando o assunto é matar vírus e bactérias, cada um deles tem um uso. Vamos especificar cada um:

  • Álcool em gel: textura mais agradável à pele e seguro de usar, agindo por mais tempo na superfície onde é aplicado. É recomendado como saneante desinfetante e com ação bactericida. Pode ser usado na limpeza de superfícies fixas como piso, equipamentos e utensílios, paredes, bancadas e similares;
  • Álcool líquido: evapora mais rápido por ser líquido e é mais perigoso e agressivo à pele. É recomendado como para limpar superfícies em geral (madeira, metal, vidro, porcelanato, cerâmica, entre outras), bem como embalagens de alimentos, higienização na cozinha (fogões, geladeiras, mesas, maçanetas e outros utensílios domésticos), portas, interruptores, pisos, limpeza e higienização de banheiros (torneiras, armários, espelhos, vaso e descargas).

Lembrando que aqui falamos do álcool 70 nas duas versões, ok? Mas você sabe o que esse “70” que vemos tanto por aí quer dizer? É o que vamos te responder agora.

Por que tem que ser álcool 70?

Impossível te explicar como é feito o álcool em gel sem te contar a verdadeira razão de que ter que ser o álcool 70. Por que é ele quem mata o coronavírus e outros vírus e bactérias?

Álcool 70, ou 70%, significa basicamente uma solução composta de 70% de álcool puro para uma proporção de 30% de água. A indústria faz desse jeito e o INPM valida nas suas testagens.

Existem várias outras concentrações de como é feito o álcool em gel e é preciso atenção na hora de comprar. Mas a questão principal é o tempo de evaporação.

Alguns vírus e bactérias são bem resistentes e são protegidos por uma capa de gordura que não se quebra tão facilmente com qualquer sanitizante. A concentração 70% é a ideal: uma medida que não evapora muito rápido, mas que também tenha força suficiente para matar o vírus.

Quer saber tudo isso em termos bem técnicos? Nós já contamos qual a diferença do álcool 70 aqui no blog.

Químicos analisando líquidos em frascos.

Existe certificação de como é feito o álcool em gel?

Sim! E agora que você sabe como é feito o álcool em gel, é muito importante considerar essas certificações na hora de comprar.

Pegue a embalagem e confira se existe o selo de certificação do INMETRO. É a melhor segurança que você tem de que aquele produto foi fabricado seguindo as exigências dos órgãos responsáveis, como o setor farmacológico e a ANVISA também.

Essa é uma observação importante também para o álcool em gel com cheiro. Alguns são fabricados de forma informal e vendidos normalmente. É com esse selo que você descobre se é seguro ou não usar o produto.

Por que existe álcool em gel grudento?

Essa é outra questão que muita gente se pergunta ao tentar descobrir como é feito o álcool em gel. Afinal, tem diferença de um para outro? Os que são mais grudentos são menos eficazes?

Não, eles não são menos eficazes. O que você deve focar na hora de comprar o seu é adquirir marcas de confiança e checar se existe o selo do INMETRO na embalagem. Nós até já falamos aqui no blog sobre álcool em gel grudento.

No início da pandemia era muito fácil encontrar álcool grudento. A questão é que a grande procura impactou todos os setores, inclusive a indústria. Faltou carbômero, o aditivo usado como espessante e para dar a textura de gel. A saída foi substituir por outros compostos.

Mas é bom lembrar que isso não afeta a eficácia do produto. Só dá um aspecto diferente quando você aplica. O que vale é se proteger com um produto testado e esperar as mãos secarem totalmente antes de tocar outros objetos.

Posso fazer álcool em gel em casa?

Não, não pode! Não é seguro fazer álcool em gel em casa, assim como qualquer outro produto que envolva produtos químicos.

Se você chegou a este texto sobre como é feito o álcool em gel, você está curioso sobre o processo, não é? Então é certo de que você não é um profissional da área e nem sabe lidar com químicas mais agressivas como a produção de sanitizantes e desinfetantes.

Para sua segurança, não faça isso em casa. Existem várias marcas e produtos disponíveis que já vem prontos e testados. Compre o que te oferece proteção adequada e fuja desses testes desnecessários!

Mão embaixo de um frasco de álcool em gel.

Como escolher o melhor álcool em gel?

Agora que você sabe como é feito o álcool em gel, pode comprar tranquilamente e ainda escolher o melhor produto. Mas, para não errar, vale olhar na embalagem e chegar se existe tanto a certificação do INMETRO quanto da ANVISA.

Depois disso, teste. Veja se o produto te agrada tanto em textura quanto em cheiro. Desde que devidamente certificado, o cheiro não é algo que afeta a eficácia do produto. É só um plus mesmo.

E o melhor mesmo é comprar das marcas que você conhece e confia. Afinal, o que está em jogo é a sua saúde e segurança!

Mas não é preciso só saber como é feito o álcool em gel e usá-lo. Ainda tem muita gente cometendo erros na hora de higienizar as mãos. Quer ver quais são? É só ler nosso próximo texto para garantir que você não faz nenhuma dessas coisas!

Te esperamos lá!

Posts Relacionados

Quer conhecer mais?

Informe seu melhor e-mail abaixo para assinar nossa Newsletter e receber informações sobre lançamentos, novidades e links para as publicações mais recentes.

Logo-ft-start
Asseptgel© Copyright 2020 – Todos os direitos reservados.