O que acontece se alguém beber álcool gel

porque-nao-beber-alcool-gel-Capa
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

O álcool em gel é a solução ideal para combater o coronavírus e outros patógenos. Mas só pra isso. Tem muita gente por aí lançando drinks que levam álcool gel, acredita? E aí vem a dúvida: o que acontece se alguém beber álcool gel?

Coisa boa não é. Beber álcool gel é muito perigoso pra nossa saúde e causa vários problemas. Alguns imediatos, outros que vêm com o tempo.

Vamos descobrir que problemas são esses? Começando agora:

Qual a composição do álcool gel e por que ele causa intoxicações?

A porcentagem em volume recomendada para o álcool líquido ou em gel usado como antisséptico é de 77% (v/v) ou 77 ºGL. Já a porcentagem INPM (ou m/m) é de 70%. Existe uma grande diferença na porcentagem em massa ou volume.

Com essa diferença, é muito comum que produtos com concentração de etanol inferior à recomendada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) sejam disponibilizados comercialmente.

Mulher jovem com um fundo azul, vestido cor rosa, usa álcool gel nas mãos.

O álcool gel nada mais é do que uma solução hidroalcoólica, similar ao que temos em bebidas alcoólicas, mas a diferença é que ele é muito mais forte que uma vodka ou cachaça, que chegam no máximo ali aos 40% / 50%. Um teor alcoólico de 70% é capaz de intoxicar e desidratar uma pessoa muito rapidamente.

Ou seja, beber álcool gel pode sim trazer riscos à saúde, não só pelo grande teor alcoólico de 70%, mas também pelo fato de o produto conter substâncias cuja ingestão não é recomendada. Aromatizantes, extratos e espessantes em geral não devem ser ingeridos de jeito nenhum, causando sintomas bem graves. Veja quais são agora:

Quais os sintomas ao beber álcool em gel?

O álcool gel é um produto de fácil embriaguez, podendo causar perda da consciência, vômitos, diminuição da respiração, parada cardíaca e até coma.

Dependendo da quantidade ingerida, estes sintomas aparecem entre uma e duas horas aproximadamente.

A questão é que muitos casos de intoxicação são completamente acidentais, e por crianças. Nelas, os sintomas são bem mais severos e podem acontecer quase que imediatamente. Fala arrastada, andar descoordenado e vômitos são sintomas comuns. Como a intoxicação pelo álcool acontece após a absorção do etanol pelo sangue, provocar vômitos não adianta. O ideal é procurar o pronto socorro imediatamente.

Dicas de segurança para não haver imprevistos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), publicou a Nota Técnica (NT) n° 12/2020 que alerta sobre intoxicações pela exposição ao Álcool Gel no Brasil desde o início da pandemia de Coronavírus – Covid-19, principalmente pelas crianças, que são as vítimas mais comuns.

Mulher idosa passando álcool gel em sua neta. Ambas estão sentadas sob um sofá azul.

Por esse motivo, devemos tomar alguns cuidados de segurança para evitar possíveis casos graves, seja em crianças ou em qualquer outra pessoa. Além de ter um gosto horrível, beber álcool gel traz inúmeros malefícios à saúde, como já mencionamos anteriormente neste conteúdo.

Agora, para se proteger, confira algumas dicas úteis para aplicar na sua casa de acordo com a Nota Técnica, no item 3.2:

  • É suficiente lavar as mãos das crianças com água e sabonete, restrinja o álcool em gel para aquelas ocasiões em que a higienização das mãos não é possível.
  • Mantenha o álcool em gel fora do alcance de crianças, pois podem atrair a atenção principalmente de crianças pequenas, entre 1 e 5 anos de idade, e causar acidentes.
  • O álcool (em líquido ou gel) é um produto inflamável, e pode causar acidentes com fogo ocasionando queimaduras. Ao aplicar o álcool 70% não fique perto de fontes de fogo (fogão, isqueiros, fósforos etc.). Mantenha o produto afastado do fogo e do calor.
  • Evite armazenar esses produtos em recipientes diferentes e não identificados.
  • O produto para ser usado pelo público infantil não poderá ser apresentado sob a forma de aerossol (Art. 15 da RDC n°15, de 24 de abril de 2015).
  • O álcool gel poderá ser extensivo ao uso infantil, desde que aplicado por adultos ou sob sua supervisão (§1° do Art. 11 da RDC n°15, de 24 de abril de 2015).
  • Em caso de emergências toxicológicas, não provoque vômito e tenha sempre disponível o número 0800-722-6001 do Centro de Intoxicações (CIATox).

Agora que você já está por dentro de todos os efeitos causados por beber álcool gel e como cuidar para não ocorrer problemas, que tal conferir a Loja Asseptgel na UNIshop? Acesse aqui e compre sem precisar sair de casa!

Posts Relacionados

Quer conhecer mais?

Informe seu melhor e-mail abaixo para assinar nossa Newsletter e receber informações sobre lançamentos, novidades e links para as publicações mais recentes.

Logo-ft-start
Asseptgel© Copyright 2020 – Todos os direitos reservados.