Álcool gel vencido funciona?

Mulher em um comércio com máscara sobre nariz e boca. Ela aperta a válvula de um recipiente de álcool gel.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Uma boa higiene das mãos não combina com álcool gel vencido. É exatamente para isso que a data de validade serve: para termos um padrão de até quando o produto é seguro e eficaz para uso.

Mas será que, depois do vencimento, o álcool realmente não pode ser usado ou ele só vai perdendo as propriedades de desinfecção gradualmente? Essa é uma resposta que nós, como a marca número 1 em higienização do país, podemos responder.

Para sair com o relatório completo, vamos te contar a razão de o álcool gel vencido não funcionar, como descartá-lo da forma certa e como identificar se você ainda está protegido usando esse produto.

O assunto é sério. Tudo pronto aí? Então vamos juntos:

Posso usar álcool gel vencido?

Não use álcool gel vencido. Como te adiantamos, a data de validade serve exatamente para garantir que um determinado produto possa ser usado sem riscos e com o máximo de aproveitamento das suas propriedades.

E não é que o álcool vai estragar ou apodrecer, como é o caso de produtos alimentícios e perecíveis em geral. O álcool 70% tem essa concentração para eliminar vírus e bactérias, e não pode ser nem menos nem mais.

Passado o tempo de validade estipulado pelo fabricante, o que acontece é que o álcool começa a evaporar, diminuindo sua concentração no seu sanitizante em gel. Você acha que é álcool 70%, mas pode ser menos.

A Asseptgel, por exemplo, mantém a validade para 24 meses, tanto da linha profissional quanto da linha de uso pessoal. Passou desse prazo? Venceu e o destino é só um: o descarte.

Mão estendida com pequena porção de álcool gel. Ao lado, há um frasco do produto.

Álcool gel vencido pode ser vetor de doenças

Já te contamos que usar o produto fora da data de validade não é bom porque ele perde sua concentração e, consequentemente, sua eficácia. Mas se o problema fosse só esse, tudo bem.

A grande questão é que, a depender do tempo que o produto está vencido, o efeito pode ser o contrário da falta de proteção: quem usa álcool gel vencido pode contribuir para a disseminação de mais bactérias nas mãos.

Mas os cientistas não chegaram a essa conclusão só agora. Desde o surto de H1N1, quando o álcool gel se tornou obrigatório, pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) já deduziram que o produto vencido pode ser responsável pelo desenvolvimento de outras bactérias.

E esse problema não ocorre só com álcool gel vencido. Marcas desconhecidas, que não têm certificado da Anvisa e produtos com componentes de baixa qualidade podem causar a falsa sensação de proteção. Na verdade, esses produtos podem já estar contaminados dentro da embalagem.

Ou seja, ao usar um produto de má qualidade ou que esteja fora do prazo de validade, as bactérias que ficam na pele vão se proliferar. Se houver algum ferimento, é bem provável que alguma infecção ou alergia apareça. Por isso, fique sempre atento!

Pessoa com mini frasco de álcool gel pronta para aplicação.

Como saber que o álcool gel venceu?

O primeiro passo é olhar o rótulo. Todo bom produto tem, no mínimo, as datas de fabricação e validade bem evidentes. É obrigatório que essas informações estejam na embalagem – para a segurança do cliente e da própria empresa.

Na hora de comprar, se você já não encontrar essas datas no rótulo, corra da marca. Além disso, se o produto estiver próximo da data de validade, também não é uma boa compra, a menos que você saiba que vai ter tempo de usar todo o produto antes.

O grande problema de adquirir itens com data perto de vencer é que muita gente não fica conferindo a data sempre. E os que envolvem química são ainda mais perigosos. Ou seja, você compra e segue usando sem preocupação.

Outros pontos essenciais para definir um álcool gel vencido são a cor e a textura. Álcool gel grudento pode não fazer mal se ele estiver assim por conta do espessante. Mas se estiver com alteração de cor, mais grosso que o normal e grudando muito, é sinal de que ele passou da validade – ou que é falso mesmo.

O cheiro também entrega. Ou ele tem cheiro de álcool ou cheiro do hidratante/perfume usado na fórmula. Qualquer coisa fora disso indica álcool gel vencido ou de procedência duvidosa.

Como descartar álcool gel vencido?

O frasco cheio de álcool gel vencido, segundo as orientações da Embrapa, nunca deve ser jogado no esgoto. A orientação do órgão é o descarte via coleta seletiva acondicionado em um recipiente com dispositivo corta-chama.

Como ninguém tem isso em casa, o melhor é lacrar o frasco, colocar dentro de outra caixa, e aí sim descartar para a coleta seletiva – nunca no lixo comum.

O descarte correto é importante não apenas para casas, mas também para empresas e lojas revendedoras. Por se tratar de um produto inflamável, o cuidado precisa ser dobrado.

Alguns supermercados disponibilizam áreas para recolher itens vencidos e fazer o descarte da forma correta. É a melhor opção para quando há grandes volumes.

Em casa, pequenos frascos com restos de álcool gel vencido podem ser enchidos de água e enxaguados várias vezes, e depois separados para coleta seletiva normalmente.

Assim como remédios e outros produtos químicos, o descarte do álcool gel vencido também deve respeitar as indicações do rótulo. Lá é possível encontrar composição, grau de inflamação e até mesmo o que fazer (ou não fazer) com as embalagens.

Lixeira azul escura com símbolo de reciclagem.

O álcool em gel é aquele seu aliado do dia a dia, é aquele seu companheiro na assepsia das mãos no trabalho, no carro, em lojas etc.

Mas você não pode deixar de lado uma outra proteção também: a boa e velha recomendação de sempre lavar as mãos com água e sabão.

E me diz: é melhor lavar as mãos com sabonete comum ou com um sabonete bactericida, que mata 99% das bactérias e também é eficaz contra o coronavírus?

Claro que o bactericida ganha. Das bactérias e dos sabonetes comuns também. No próximo texto, a gente te explica exatamente o motivo. Vem conhecer a linha de sabonetes bactericidas asseptgel!

Posts Relacionados

Quer conhecer mais?

Informe seu melhor e-mail abaixo para assinar nossa Newsletter e receber informações sobre lançamentos, novidades e links para as publicações mais recentes.

Logo-ft-start
Asseptgel© Copyright 2020 – Todos os direitos reservados.